Boa noite!           Sexta 21/09/2018 23:09
Home > O Batista da Light
O Batista da Light

Chamava-se Batista, João Batista de Paula, ou melhor - o Batista da Light, como era conhecido e gostava de ser tratado.

João Scortecci tinha pelo seu avô (falecido em 1967) verdadeira adoração.

Batista da Light dispensa qualquer comentário. Hoje, sobre a presença da Light, em nossa cidade, Transporte farto, barato e acima de tudo popular.

Gerenciava a Light, em Fortaleza a figura por demais conhecida de Mr.Scott. Inglês, com aquela austeridade de seu povo, aquele britânico marcou pontos positivos navida da cidade da menina.

Era seu lugar tenente, na administração da ferrocarril, um cidadão vindo de Quixadá que dada as suas qualidades excepcionais de empresário, foi nome muito conhecido e detentor de excelente conceito, não só no local de trabalho, como também na sociedade de Fortaleza.

Chamava-se Batista, creio que João Batista de Paula, ou melhor - o Batista da Light, como era conhecido e gostava de ser tratado. Certa feita ele mesmo confessou que se lhe fosse dada alguma homenagem póstuma no caso, o nome de uma rua, queria que se chamasse Rua Batista da Light. Evidenciava, assim, o seu amor ao trabalho, à firma em que empregava atividades, enfim, à Light.

São saudosos os tempos dos bondes para o Alagadiço, Benfica, Outeiro, Fernandes Vieira, Soares Moreno, Joaquim Távora, Estação Bonifácio, Praia de Iracema, Via Férrea, Jacarecanga, Prado e outros.

Batista era ligado, por laços de família ao saudoso Demócrito Rocha. Desfrutava, nesta capital de elevado conceito e gozava de muita popularidade.

Seria oportuna, agora, uma homenagem póstuma ao Batista da Light, perpetuando o seu nome, em uma rua de Fortaleza sugestão esta também, extensiva ao Mr. Scott.

Com a palavra o conceituado vereador - Antônio Azin, homem bastante equilibrado e que gosta de tratar de assuntos desta espécie.

Cordialmente.

Alirio de Assis
Rua Floriano Peixoto, 735 - Fortaleza – CE

The Ceará Tramway, Light & Co. Ltd., com sede na cidade de Londres, Inglaterra e escritório central no Boulevard Visconde do Rio Branco onde estacionavam os seus bondes, foi a famosa empresa de transportes coletivos de Fortaleza iniciada na década de 10 e extinta no início dos anos 40, fruto aliás da irresponsabilidade dos governantes da época.